Qua, 12/02/14 - 09h00

São Paulo é o Estado brasileiro com melhor IDH

Das 100 cidades brasileiras com melhor IDH (Índice de Desenvolvimento Humano), 55 ficam em São Paulo

Das 100 cidades brasileiras com melhor IDH (Índice de Desenvolvimento Humano), 55 ficam em São Paulo. A primeira colocada no ranking é São Caetano do Sul (0,862), seguida por Águas de São Pedro (0,854), que permanecem na mesma posição há dez anos.


Siga o Governo do Estado no TwitterFacebook e veja fotos no Flickr


De acordo com o Atlas do Desenvolvimento Humano do Brasil 2013, o Estado brasileiro com melhor IDH (Índice de Desenvolvimento Humano)  é São Paulo, com 0,783 (a escala vai de 0 - pior - a 1 - melhor). O estudo é divulgado pelo Pnud (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento), Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) e Fundação João Pinheiro. 


Educação, saúde e renda são os pilares da pesquisa e oferecem os dados para os órgãos traçarem o panorama do desenvolvimento humano dos municípios e a desigualdade entre eles em vários aspectos do bem-estar.


São analisados indicadores de população, educação, habitação, saúde, trabalho, renda e vulnerabilidade, com base nos dados dos Censos Demográficos de 1991, 2000 e 2010. Em todas essas áreas, o Governo do Estado de São Paulo mantém programas que impactam positivamente na boa colocação dos municípios paulistas no ranking.



Educação


O Estado tem o Programa Educação - Compromisso de São Paulo, que é um conjunto de ações pioneiras envolvendo a família, o Estado e vários profissionais do segmento. Entre as ações, trata de maneira estratégica a maior rede de educação do País, com 4,3 milhões de alunos.


Além da criação da Rede Ensino Médio Técnico, do programa Creche-Escola, os CELs (Centros de Estudos de Línguas), o Estado aumentou o quadro de professores e criou um novo Plano de Carreira. Por meio do Centro Paula Souza, que administra as Etecs (Escolas Técnicas Estaduais) e Fatecs (Faculdades de Tecnologia), o Estado aposta no ensino técnico de qualidade, que resulta em alto índice de empregabilidade.


Saúde


A Secretaria da Saúde trabalha com um novo e moderno modelo de gestão, que contempla o usuário do sistema público de saúde em sua região. Os AMEs (Ambulatórios Médicos de Especialidades) implantaram a regionalização da saúde. O cidadão tem o atendimento de qualidade que necessita sem que precise viajar longas horas até outras cidades. Completam os esforços na saúde a ampliação e modernização de hospitais e os repasses para as Santas Casas espalhadas pelo Estado.


O resultado dos investimentos aparece, por exemplo, na queda da mortalidade infantil, que caiu 61,8% nos últimos 20 anos e atingiu, em 2010, o menor nível da história. Dos 645 municípios paulistas, 301 apresentaram, em 2010, índices de mortalidade infantil inferior a dois dígitos, comparável aos de países desenvolvidos.


Desenvolvimento Social


Os programas da Secretaria de Desenvolvimento Social agem nas raízes de pontos impeditivos de mobilidade social. O São Paulo Solidário busca por retratos sociais de famílias e municípios para definir agendas específicas de saúde e educação. A atenção está voltada também para a melhor idade com o São Paulo Amigo do Idoso, com propostas para a população que já representa 11% do Estado.


De necessidade imediata, como alimentação, o Bom Prato já serviu, desde dezembro de 2000, mais de 100 milhões de almoços a R$ 1, sem ter sofrido reajuste e oferecendo uma refeição completa e de qualidade. Esse ano serão inaugurados mais quatro restaurantes.


Saneamento


A Secretaria de Saneamento e Recursos Hídricos avança com o programa Água Limpa para atingir 100% de água tratada, 100% de esgoto coletado e 100% de esgoto tratado em municípios de até 50 mil habitantes. Estações de Tratamento de Esgoto vão sendo levantadas para tratar de cargas orgânicas até então arremessadas diretamente nos rios.


Com o Se Liga na Rede, o Estado realiza obras gratuitas para conectar imóveis à rede de esgoto, para que o custo da obra não fique mais a cargo de famílias com renda de até três salários mínimos. A recuperação ambiental também recebe investimento como o Onda Limpa para garantir afastamento e tratamento de esgotos.


Emprego e Renda


O Estado de São Paulo ajuda a população que está em busca de trabalho com programas de recolocação no mercado e qualificação profissional. Por meio da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho, o cidadão tem acesso ao Emprega SP, Frente de Trabalho e Time do Emprego. Pela Escola de Qualificação Profissional do Fussesp (Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo), as opções são a Padaria Artesanal ou ainda as escolas de Moda, Beleza ou Construção Civil.


Do Portal do Governo do Estado

Comentários: 0


Comentário fechado

Após 1 mês de publicação o comentário fica bloqueado. Envie sua mensagem para o fale conosco.

Enviar

Faça seu Cadastro

Cadastre-se para poder comentar as notícias além de receber conteúdos exclusivos.

Cadastrar

Atualize seu dados

Mantenha seus dados cadastrais atualizados para ampliar sua participação junto ao portal.

Atualizar